Make your own free website on Tripod.com

CICLISMO DO BENFICA

Fernando Mendes

ACTUALIDADES
História da bicicleta
Maiores Ciclistas de Sempre
Vencedores da Volta a Portugal
História do Ciclismo no Benfica
Ciclismo em Portugal
Fernando Mendes

Uma homenagem

a Fernando Mendes 

(um texto copiado - com pequenas correcções - de manueldacosta.no.sapo.pt)

O vencedor da Volta a Portugal de 1974, Fernando Mendes (Benfica), despedia-se do mundo velocipédico aos 55 anos. A rivalidade com o também seu amigo Joaquim Agostinho (Sporting) foi transportada para as estradas despertando nos portugueses a enorme paixão pelo ciclismo.

Nasceu em Rio de Meão, concelho de Vila da Feira e iniciou a sua actividade na Ovarense passando por todas as categorias até se tornar «independente» (profissional) em 1965.

Com 17 anos participou na 1º Volta a Portugal defendendo as cores desse clube na última época em que a Ovarense participou, dado a secção de ciclismo ter encerrado.

Após ter rejeitado a proposta do F. C. do Porto Mendes assinou pelas águias e logo foi segundo classificado na maior prova velocipédica nacional. Foi também tricampeão nacional, tendo ganho a volta à África do Sul em 1975.

Fernando Mendes era um ciclista completo. Ganhou todas as provas realizadas no nosso Pais, desde os pequenos circuitos às grandes provas nacionais. A entrega total e o empenho que colocava nos treinos levou-o a ganhar inúmeros prémios de regularidade mesmo a nível internacional, onde obteve um décimo- oitavo lugar na Volta a França de 1973, na melhor das quatro presenças.

Na Volta a Espanha, foi sexto classificado em 1975 e vencedor final das metas volantes.

Ele e Agostinho que marcaram uma geração de ciclistas que fizeram história no ciclismo nacional.

Nos últimos anos depois de ter abandonado a competição, em 1980, ano em que representava a equipa dos Calçados Zala, manteve-se ligado às duas rodas, tendo sido treinador de várias equipas, entre as quais a Ruquita-Feiranse, com a qual venceu a Volta a Portugal, por intermédio de Fernando Carvalho.

 

Ultimamente era um directores e monitores da Escola de Ciclismo de Fernando Carvalho.

 

Fernando Mendes despediu-se de nós de  forma trágica (acidente de viação) deixando viúva Maria Fernanda e três filhos. Ainda assim, deixou um importante legado pelo contributo dado de forma exemplar para a história velocipédica nacional.

 

Homenagem a

FERNANDO MENDES

(poema publicado no mesmo site)

 

 

Era um moço muito jovem

tinha um corpo tão fraquinho

mas estava ali um grande Homem

embora ainda fosse um Fernandinho

 

Ser campeão na bicicleta

era o seu sonho de menino

queria ser grande atleta

como seu irmão Laurentino

 

E nas primeiras pedaladas

a todos logo nos convence

começou nas nossas estradas

com a camisola do Ovarense

 

Mas queria voar mais alto

tinha ambição de conquista

foi então que deu o salto

para o emblema benfiquista

 

E já de águia ao peito

foi com esforço e muito suor

ganhou corridas sem jeito

no ciclismo era um senhor

 

Não era qualquer ciclista

a intrometer-se no seu caminho

até que apareceu um grande artista

chamado Joaquim agostinho

 

Travaram duelos de gigantes

Agostinho foi o melhor dos anos setenta

sem ter o brilho que tivera antes

Mendes foi o melhor dos anos sessenta

 

Agora que nos deixou e partiu

é justa a homenagem dos portugueses

na estrada tantas vezes o aplaudiu

gritou pelo seu nome dezenas de vezes.

 

Manuel da Costa

 

               

E uma última foto, esta ainda quando Fernando Mendes era ciclista da Ovarense antes de se transferir para o Benfica.

 

Tal como as outras, a parte dedicada ao maior ciclista do Benfica vai ser melhorada com outros textos que por aí nos vão aparecendo.

Obrigado aqui ao Manuel da Costa, que não conhecemos, seguramente um grande amigo de Fernando Mendes. Pelos "jeititos" que aqui e ali demos no  texto pedimos desculpa. Tiveram a intenção apenas de melhorar a redacção.

organizado por
Casa do Benfica em Palmela
(desde 16 de Junho de 2007)